Tenho a honra de informar que estou envolvida na organização do evento “Se Toque”, iniciado pela Dot Paper e pelo The Nail Bar, com foco na conscientização de mulheres a respeito da prevenção do câncer de mama.

O evento é beneficente, inspirado na campanha Outubro Rosa e, para participar, as convidadas devem doar uma cesta básica para o projeto Jaleco Rosa, que mantém famílias privadas de renda em razão do tratamento do câncer em Brasília.

Ciente de que os diagnóticos da doença tem aumentado no Brasil, me interessei em participar do evento para informar vocês, mamães leitoras, a respeito do câncer de mama em crianças, que embora raro, tem muitos casos registrados.

De acordo com profissionais especializados em oncologia, os tumores cancerígenos nas mamas em meninas até nove anos é raro, pois há pouco tecido no local e os hormônios femininos ainda não se manifestaram. O risco aumenta, consideravalmente, com a chegada da puberdade (que tem chegado cada vez mais cedo para algumas meninas!).

No entanto, as mães devem estar atentas à essa possibilidade, ainda que remota, já que os especialistas alertam que as alterações genéticas são muito significativas, existindo, inclusive, casos de meninas com câncer, que foi desenvolvido quando elas ainda estavam no ventre materno.

O site Delas fez um levantamento no banco de dados do Ministério da Saúde e constatou que de janeiro de 2008 até novembro de 2010 – último mês disponível para consulta – foram registrados 111 internações por câncer de mama em pacientes de 0 a 9 anos de idade no Brasil, o que representa menos de 0,1% do total de casos (118 mil).

Ainda que os dados não sejam alarmantes, considero relevante compartilhá-los para que mais mães fiquem atentas ao desenvolvimento de suas meninas, de modo a viabilizar um eventual diagnóstico precoce da doença.

MAIS INFORMAÇÕES:
Evento “Se Toque”
23/10 (terça-feira), a partir das 18 horas
Local: Dot Paper (Gilberto Salomão, Lago Sul)
Doe uma 01 cesta básica e concorra a uma exclusiva joia desenvolvida pela Miranda Castro

Autoria de Iza Garcia
"Já quis ser 'médica de criança', pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou "MÃE DA BRUNA" e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira".